domingo, abril 2

Responsabilidades

Vamos crescendo e à medida que isso acontece vamos tendo responsabilidades, tantas que chega a uma altura que lhes perdes a conta, mas isso não quer dizer que te esqueces delas, muito pelos.
Uma das grandes responsabilidades que ganhamos é a expectativa: de sermos bos donas de casa, de arranjarmos namorado pra sairmos de casa, de seguires os estudos só porque toda a gente da tua família o fez, e caso não tenhas/sejas nada disso provavelmente vão dizer que és preguiçosa, que te acomodas, que não queres saber do teu futuro. As pessoas esquecem-se de que as coisas não são assim tão preto no branco, tu podes simplesmente não querer seguir os estudos e isso não faz de ti mais ou menos do que as pessoas que o fizeram, tal como podes ser boa dona de casa e por exemplo não gostares/quereres cozinhar e isso não quer dizer que não o saibas fazer.
Felizmente não somos todos iguais, ainda existe muita gente que não entende isto e por isso mesmo mandam-te a baixo, querendo faze-lo ou não, fazem com que te sintas excluída das saídas em família, eu sei que isto parece muito estupido mas é o que eu sinto, sinto-me totalmente excluída desta família.
As expectativas do que pode acontecer com aquela pessoa, da história que eventualmente poderão ter é das piores coisas que podemos fazer, e vocês dizem ' mas eu tento não o fazer mas quando dou por mim já somos casados ', eu sei que sim e por causa disso no fim acabo sempre a chorar porque fui estupida o suficiente para acreditar que desta vez as coisas ia ser diferentes, que desta vez as coisas iam realmente resultar, que desta vez tudo o que eu imaginei ia tornar-se realidade, mas afinal fui enganada só mais uma vez, porque feita parva continuo a acreditar que as coisas podem realmente acabar bem para mim.
Tão estupida, tão ingénua


Um beijo, Sara Gomes

Sem comentários:

Enviar um comentário

conta-me como foi a tua noite de Primavera : )